formas breves. o começo

palcoconstruçao

‘Tinhamos dois pontos de pesquisa bem determinados: a observação do homem em seu cotidiano e a observação da obra criada pelos homens a partir dos livros.

O estímulo e a inspiração podiam vir de uma palavra, de uma frase solta ou de um capítulo. Em particular, o próprio título do espetáculo vem do título de um livro: Formas Breves – de Ricardo Piglia.

É um livro que se propõe a exatamente isto: juntar formas literárias, em princípio disjuntas, e traçar uma linha a partir delas. Contos, ensaios, relatos que de alguma forma se uniam numa linha ainda deconhecida na visão do autor. Ele diz: “Na experiência renovada dessa revelação que é a forma, a literatura tem, como sempre, muito que nos ensinar sobre a vida. (…) Pequenos experimentos narrativos e relatos pessoais me serviram como modelos microscópicos de um mundo possível, ou como fragmentos do mapa de um território desconhecido.” ‘maria borba

Anúncios

2 Responses to “formas breves. o começo”


  1. 1 karine 19/06/2009 às 15:17

    Adorei a foto!!!!!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




twitter.com/brevesdotempo


%d blogueiros gostam disto: